We are apologize for the inconvenience but you need to download
more modern browser in order to be able to browse our page
6 de abril de 2010

A cobrança, os conflitos, as indagações

Acredito que o bom senso deva sempre estar presente nos relacionamentos, amorosos e de amizade, para serem duradouros e felizes. Quando começamos a cobrar carinho, presença e sensibilidade é sinal que alguma coisa não vai bem. A questão é: quando calar para não desgastar e quando falar para não perdermos o que conquistamos?

Tento sempre solucionar as questões usando meu lado racional e quando começo a cobrar mentalmente atitudes, me questiono se a carência não está afetando meu julgamento e mais: se não estou querendo mais do que o outro é capaz de oferecer. Por outro lado, acredito que, se somos capazes de nos doar em uma amizade, o justo não seria a reciprocidade?

O fato é que não existem relacionamentos sem conflitos e são neles que nos conhecemos e conhecemos o outro. As indagações também são necessárias, pois, para se relacionar é preciso colocar a mão na massa e dizer o que nos faz bem e o que nos incomoda. A superficialidade é, sem dúvida, para preguiçosos. E confesso: tenho bastante preguiça para algumas pessoas.

Por mais que todas estas indagações me tirem o sono, a pior cobrança é a que eu faço a mim mesma. Tenho o direito de cobrar afeto das pessoas que amo? Quem me conferiu este direito? É direito adquirido? O que me cabe em um relacionamento? Este mar de questionamentos me deixa ainda mais preocupada, pois, a amizade e amor são cúmplices e precisam se comunicar. Os relacionamentos existem para trazer a paz e não sentimentos mesquinhos de “fiz-isso-e-não-recebi-aquilo”.

A conclusão não existe. E a cada caminho que penso em pegar vem recheado de mais questionamentos. Tenho apenas uma certeza: não vou deixar para lá todas estas questões, pois costumo brigar por aquilo que gosto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Top
LOADING CONTENT